segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Boas Novas (auto-promoção desavergonhada)


"Monge"

A algum tempo atrás, durante um desses passeios sem rumo na internet (infelizmente ainda tenho muitos), tive a sorte de encontrar uma daquelas referências que simplesmente pedem pra serem desenhadas ou pintadas.

Aí, assim, sem pretenção mesmo eu a fiz em pastel, pois na época ainda estava crú demais para tentar fazer à óleo. Se fosse hoje tentaria com certeza.
Como a minha fluência com pastel ja era boa, consegui chegar a um resultado satisfatório e dentro do que me propús fazer. Uma das partes que mais me deixou satisfeito neste desenho foi a barba, pois mesmo sendo um pouco difícil de perceber numa primeira olhada, deixei o "papel respirar", ou seja, a cor de base usada foi a cor do papel cartão.

Enviei este desenho para um salão promovido por brasileiros mas que acontece em vários lugares na Europa. Já houve entre outros em Paris, Londres (aonde um outro trabalho meu recebeu "Menção honrosa")e Viena. Neste ano foi em Roma, e meu trabalho ganhou medalha de prata.
Esta é a primeira boa nova.

"Gordo" que recebeu menção honrosa em Londres em 2007

A segunda ótima nova é que agora sou papai. A Lais nasceu já faz 1 mes e poucos dias, no dia 4 de julho. Agora tenho muito mais trabalho e noites mal dormidas, mas ela vale todo esse esforço. A única coisa que não é muito boa é que com a chegada do bebê não tenho pintado mais em casa. Seja por que o tempo é quase todo dedicado a ela, seja por que o cheiro de tinta não é das coisas mais indicadas para um bebê. Vou dar um jeito de praticar de alguma outra maneira, mas por enquanto só pinto em dia de aula.

Minha mais nova musa inspiradora