segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Para fechar 2014

Por acaso me dei conta de que o último post que fiz no blog é de Janeiro deste ano de 2014.
Pensei em fazer uma retrospectiva mas seria um post muito longo e com muitos assuntos diferentes uns dos outros, então farei este post mostrando um desenho em pastel seco  que apareceu neste post, ainda sem nome.
Ainda não precisei nomeá-lo para nada, então tenho chamado de "Crio", relacionado ao apelido do retratado, mas este nome provavelmente será provisório (ou não, como diria Gil).

PS; o nome final da obra é "Cético", dado algum tempo após este post ser publicado.

"Crio" - 50cm x 70cm
Pastel seco colorido sobre papel cartão
(clique para aumentar) 

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Pequeno caderno de sketch

Ano passado comecei a desenhar no metrô, em minhas viagens diárias.
No começo usava um caderno grande, mas ele era difícil de sacar quando precisava, chamava muita atenção.

Logo arrumei este caderninho. Um pequeno. Bem pequeno. De bolso.
Aí sim consegui desenhar bastante. Para não dizer que ele é perfeito, tem a inconveniência de não permitir desenhos maiores, o que ele compensa pela mobilidade.
Mesmo nas horas em que o metrô está lotado consigo desenhar.

Acho engraçado o modo como algumas pessoas me olham com o caderninho (que parece uma pequena bíblia).  Devem pensar: "o que este doido está anotando na bíblia.... e olhando pra mim ainda???"
Outras vem falar comigo. "Que legal o que você fez. Parabéns!" ou "eu gostava de desenhar quando era criança, depois parei."
Sempre tento falar alguma palavra que incentive elas a voltar ao velho habito.

Olhando com atenção dá pra perceber nos desenhos até mesmo uma certa evolução, entre altos e baixos.


segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Mais educadores

Mais dois desenhos em pastel seco que fiz baseado em minhas fotos pessoais de referências.
Essas fotos foram tiradas nas reuniões semanais da ong para a qual eu trabalho dando aulas para os adolescentes dentro da Fundação CASA (ex FEBEM).

São educadores de arte e cultura, das mais variadas formas. Desde artistas plásticos até capoeiristas, de atores e dramaturgos até street dancers (BBoys) e grafiteiros entre outros.
Pessoas que entram todos os dias num mundo à parte, muito diferente do que as pessoas que não tem contato com ele imaginam, tentando levar aos meninos algo que se tivessem tido acesso antes, talvez não tivessem escolhido um rumo tão ruim para suas vidas.

"Discordante"
Giz pastel seco sobre papel cartão
41,5x51 cm

Estudo para "Resigne"
carvão

Resigne - pastel sobre papel craft
46,5 x 57 cm

Este ainda não tem nome... ainda falta algum trabalho para acabar.